Extensões de arquivos no Linux

Primeiramente o que devemos saber é que no Linux a extensão é opcional, o tipo de arquivo é reconhecido pelo seu conteúdo e não pela sua extensão. Mas para facilitar a vida é bom conhecer algumas extensões no Linux.

Arquivos Executáveis

out: formato binário usado nas primeiras versões do GNU/Linux
pl: script em linguagem Perl
py: script em linguagem Python
sh: script de shell, usado para criar pequenos programas

Códigos fontes e bibliotecas

c: código em linguagem C
cpp: código em linguagem C++
diff: conjunto de instruções que definem as trocas a aplicar um patch
h: cabeçalho de arquivos programados em C
lo: arquivo temporário criado pela compilação de uma library
o: arquivo temporário criado pela compilação de um programa
so: bibliotecas compartilhadas equivalentes aos “dll” em windows

Arquivos compactados

bz2: arquivo comprimido pelo Bzip2
gz: arquivo gerado pelo programa Gzip que substituiu o obsoleto Compress
rar: substituto natural do Arj, que permite uma maior compressão e dividir arquivos grandes em vários menores
tar: arquivo empacotado sem compressão, usado para num único ficheiro o conteúdo de um pasta com vários arquivos
tbz2 (tar.bz2): arquivo resultante da compressão em Bzip2 dum ficheiro Tar
tgz (tar.gz): resultado da compressão em Gzip dum ficheiro Tar.
z: arquivo comprimido com o programa Compress
zip: formato de compressão mais usado na internet. Tem menos compressão que o Bzip2.

Arquivos do Sistema

conf: arquivo de configuração de um programa
ko: módulos do núcleo do kernel 2.6
lock: indica o bloqueio de um serviço, processo ou programa
log: arquivo de de informação gerado pelo núcleo do kernel, pelos programas e pelos serviços instalados. É nele que ficam guardados os estados e erros que se produzem pelos programas
pid: arquivos indicadores de processos necessários para o correto funcionamento dos serviços em execução
socket: meio de comunicação entre dois programas situados em equipamentos diferentes
tmp: ficheiro temporário criado por um programa para armazenar informação

Arquivos de pacotes

deb: usado pela Debian e distribuições derivadas da Debian
dsc: arquivo de informação do código fonte de um pacote Debian
ebuild: script usado pela Gentoo para compilar e instalar pacotes a partir do código fonte
rpm: arquivo usado pela Red Hat, Fedora, CentOS, SUSE, Mandriva e outros
tgz: arquivo Tar.gz já compilados para Slackware

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *